PREFEITOS PARTICIPAM DE ASSEMBLEIA GERAL DO CONSÓRCIO INTERGESTORES DE SAÚDE DA 5ª REGIONAL

20/01/2022 17H43

Na manhã desta quinta-feira (20), o prefeito de Guarapuava e presidente do Consórcio Intergestores de Saúde da 5ª Regional (CIS5RG), Celso Góes, recebeu prefeitos e secretários de saúde dos municípios que fazem parte do consórcio para a primeira assembleia geral do ano.

A diretora executiva do CIS5RG, Maria José Mandu, apresentou uma prestação de contas em relação às ações desenvolvidas desde a última reunião no ano passado. “Iniciamos processo de conserto das caixas d’água do Centro de Especialidades, pintura de alguns pontos da sede, abrimos o processo de licitação para a contratação de sistema de gestão e internet e demos início ao processo de abertura do PSS para a contratação da nossa equipe”, explicou.

Maria José destacou que os municípios disponibilizaram profissionais das próprias prefeituras para agilizar a elaboração e andamento dos processos e todas as atividades do consórcio. “Guarapuava, por exemplo, cedeu uma equipe de licitação e do controle interno, além de uma enfermeira e estagiários que estão trabalhando junto aos seis funcionários já contratados pelo consórcio, o que deu mais agilidade no trabalho para conseguirmos realizar as ações”, comentou.

Seguindo a pauta, foram discutidas na assembleia as alterações do orçamento de 2022, com a inclusão da gestão da Central de Regulação e das Ambulâncias situadas em Guarapuava, bem como a alteração do Contrato de Rateio 2022 de Guarapuava adicionando as despesas relacionadas ao Samu Regional.

Guarapuava entrou no rateio das despesas e, com isso, os valores dos repasses e das cotas dos demais municípios foram alterados. As mudanças foram apresentadas aos prefeitos e aprovadas por unanimidade. A previsão é que Guarapuava repasse o valor anual de R$ 1.824.891,76 para a manutenção das atividades administrativas e R$ 5.399.546,60 destinados aos Atendimentos Ambulatoriais Especializados do CIS-5ª RS.

A entrada de Guarapuava no rateio pretende elevar o orçamento do Samu Regional em R$ 8.086.509,75, valor constituído por repasses do município, do Governo do Paraná e do Ministério da Saúde (MS). Isso, deve ocorrer quando as ambulâncias de atendimento dos municípios e da região forem habilitadas perante o MS. O orçamento total do Samu Regional ficará em R$ 19.804.668,00 ao ano para atender todos os municípios integrantes.

“Há de se ressaltar que a entrada da cidade faz com que o valor pago pelos demais municípios diminua, isso porque, o município tem uma população maior do que os demais, e consequentemente, necessita de uma cota superior para suprir a demanda”, explicou o prefeito Celso Góes e presidente do CIS 5ª Regional.

REPASSES

Os prefeitos solicitaram que haja uma articulação com o Secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, para dar mais agilidade nos repasses ao Samu Regional. Nesse sentido, Celso Góes confirmou que entrará em contato com o secretário estadual de Saúde para reforçar a urgência e importância da implantação do Samu Regional.

O custeio das ambulâncias que darão apoio ao atendimento de urgência e emergência das rodovias que compõem o Anel de Integração Estadual também foram discutidos. Houve uma alteração do contrato de rateio entre os municípios de Nova Laranjeiras, Prudentópolis, Guarapuava, Laranjeiras do Sul e Pitanga.

Até o momento, o atendimento às vítimas de acidentes na BR está sendo feito pelos municípios e, em alguns trechos, pelas concessionárias.

“No momento estamos realizando os atendimentos com tranquilidade, mas se tivermos uma fatalidade, um acidente grande que demande vários atendimentos, não teremos as condições necessárias para atender a todos e estamos falando de salvar vidas”, disse o prefeito.

Ainda na assembleia foram definidos os secretários de saúde de Nova Laranjeiras, Pinhão e Palmital para comporem a comissão de avaliação de contratos para a entrada do consórcio no Qualicis – Programa Estadual de Qualificação dos Consórcios Intermunicipais de Saúde.

Fonte: Secom.

Deixei seu comentário: